Embora deixar de criar protótipos durante a fase de desenvolvimento de um produto digital possa economizar certo tempo durante o projeto, essa falsa economia de tempo pode resultar em falhas futuras no produto e, então, acabar por perder tempo e dinheiro para corrigir o que poderia ser evitado durante os testes com protótipos.

Assim como as pessoas experimentam calças antes de comprá-las e testam carros novos antes de fecharem um contrato de financiamento, o protótipo só faz sentido ser feito de forma interativa, antes de o produto ser desenvolvido de fato. A interação, afinal, é como os usuários acessam as soluções de design para seus problemas.

Alguns dos benefícios da prototipagem são apresentados a seguir.

  • Comunicação e colaboração – Discutir a documentação de requisitos é um nível totalmente diferente de colaboração imaginária quando ambas as partes podem realmente interagir com um protótipo e explorar suas limitações e possibilidades. Além disso, uma documentação escrita pode ser mal interpretada, enquanto as experiências de uso podem ser compartilhadas;
  • Avaliação da viabilidade enquanto reduz o desperdícioWireframes, mockups e documentos de requisitos são estáticos não representam a realidade de fato. Os protótipos permitem que as equipes experimentem o produto a ser desenvolvido, dando-lhes a liberdade de fracassar sem ter altos custos enquanto aprendem mais sobre o que pode ser melhorado;
  • Apresentação do produto próxima do real – Com os protótipos, é mais fácil vender a ideia de um design, podendo ser ótimos para apresentações se você estiver trabalhando com clientes (ou chefes) céticos. Experimentar o site ou aplicativo na prática prova sua visão mais do que uma descrição ou um mockup com várias anotações;
  • Teste a usabilidade mais cedo – Ao testar um protótipo com um usuário real, é possível encontrar problemas e corrigi-los no início do processo, poupando a equipe de grandes problemas ao lidar com eles após todo o código do produto digital ter sido implementado;
  • Facilita a definição de prioridades do design – É recomendado trabalhar com a prototipação antecipada e frequente, em vários momentos do desenvolvimento de um produto digital, pois priorizar o design de interação manterá a equipe fundamentada na realidade ao tomar decisões de design. Os visuais devem preencher a experiência, e não o contrário.

Nem todo protótipo precisa ser de alta fidelidade e detalhado. Na verdade, em muitos casos é bastante interessante trabalhar com protótipos rápidos e de baixa fidelidade, durante vários momentos do desenvolvimento do produto. A questão é que é quase sempre benéfico dedicar recursos à prototipagem, pois quanto mais se testa um produto, mais chances terá de proporcionar um design evoluído com uma experiência de uso excelente.

Esta é uma adaptação do capítulo do livro “The Ultimate Guide to Prototyping”, UX Pin


Precisa de um site, aplicativo ou quer melhorar seu design?
Você pode contratar a agência Rian Design

Para palestras, workshops e cursos, fale diretamente com o Rian