Transcrição do vídeo:

Você já abriu a Netflix pra assistir algo, viu uma cacetada de filme de tudo quanto é tipo, e aí desanimou e foi assistir a algo no Youtube? Ou então foi na loja escolher um vinho, viu trocentos deles: tinto, branco, espumante, rosé, da Argentina, do sul do Brasil, Cabernet, Sauvignon, “Borbognon”…? E aí decidiu comprar um qualquer?

Mesmo que a gente pense que dar muitas opções para um pessoa é algo bom, em muitos casos, pesquisas mostram que ter muitas opções fazem os clientes se sentirem ansiosos, desmotivados… e aí, eles podem ficar confusos e muito indecisos, causando o que a gente de “paralisia da escolha”.

Ou seja, eles vão olhar, mas não vão comprar. Pensando no DESIGN de um negócio, o que fazer então? Se não pode diminuir as opções, projete as telas de forma a destacar apenas algumas. Crie pesquisas dinâmicas ao longo do uso do site e mostre recomendações personalizadas com base nas necessidades do usuário. Pega tudo que você tem na tela, secciona, cria grupinhos por categorias com poucos itens. Simplifique. Diminua carga de escolha do usuário.

 

Assista a mais vídeos sobre Psicologia aplicada ao UX Design e vieses cognitivos no canal Design From Human.


Para palestras sobre Psicologia aplicada ao UX Design, workshops e cursos, fale diretamente com o Rian Dutra